Diversidade: uma história de compromisso

O legado de J. Irwin Miller está vivo na Cummins. Nas fábricas da Cummins ao redor do mundo, bem como em salas de conferência e até na sala da diretoria, suas palavras sobre diversidade ainda são proeminentemente exibidas.

"Caráter, habilidade e inteligência não estão concentrados em um sexo em detrimento de outro, nem em pessoas com determinados sotaques ou em algumas raças, nem em pessoas que detêm diplomas de algumas universidades em detrimento de outras," escreveu Miller, que se aposentou em 1977 após liderar a empresa por cerca de 40 anos.

"Quando nos deixamos levar por preconceitos tão irracionais, causamos danos a nós mesmos acima de tudo e acabamos garantindo nossa falha na concorrência com aqueles mais abertos e menos tendenciosos", concluiu.

Miller foi um dos primeiros e mais ferrenhos defensores de diversidade. Ele atuou como o primeiro presidente laico do National Council of Churches de 1960 a 1963 enquanto também dirigia a Cummins.

Sob sua liderança, o conselho tomou diversas iniciativas arriscadas de direitos civis e copatrocinou a histórica marcha do Dr. Martin Luther King sobre Washington em 1963 1963.

O ex-presidente e diretor executivo Tim Solso trabalhou com Miller e diz que ele teve uma grande influência em sua vida e carreira. Solso adquiriu a paixão de Miller pela diversidade durante seu tempo como CEO.

Talvez não seja surpresa que, sob a gestão de Solso, a Empresa estabeleceu seis valores corporativos fundamentais: Responsabilidade Social Corporativa, Integridade, Inovação, Fornecimento de resultados superiores, Envolvimento global e Diversidade.

A Cummins empenha-se em "adotar as perspectivas diversas de todas as pessoas e honrá-las com dignidade e respeito."

Para saber mais sobre a missão, a visão e os valores da Cummins, clique abaixo.

Nossa missão, visão e valores

Redirecionando para
cummins.com

As informações que você está procurando estão no
cummins.com

Estamos disponibilizando esse site para você agora.

Obrigado.