Minerais de conflito Cummins - Relatório de divulgação especial

Em agosto de 2012, a U.S. Securities and Exchange Commission (SEC) adotou a Norma 13p-1 para implementar exigências de relatório e divulgação relacionadas com minerais de conflito, conforme estabelecido pela Lei Dodd-Frank de Reforma de Wall Street e Proteção ao Consumidor de 2010 (Lei Dodd-Frank). A Norma impõe algumas obrigações de relatório a registrantes da SEC cujos produtos fabricados contêm os assim denominados minerais de conflito que são necessários para a funcionalidade ou a produção de seus produtos. "Minerais de conflito" são definidos como cassiterita, columbita-tantalita, ouro, volframite e seus derivados, que se limitam ao estanho, tântalo, tungstênio e ouro (3TG).

O objetivo da Norma é abordar preocupações com o fato de que minerais de conflito provenientes da República Democrática do Congo ou de um país vizinho (os Países Cobertos) podem ajudar a financiar grupos armados que são responsáveis por violência e violações de direitos humanos na região. As divulgações pretendem aumentar a transparência da cadeia de suprimento e fortalecer os controles de custódia que cercam os minerais de conflito, reduzindo o financiamento de grupos armados. As exigências de divulgação aplicam-se a registrantes independentemente da origem geográfica dos minerais de conflito e de os minerais de conflito financiarem conflito armado nos Países Cobertos.

A Cummins desenvolveu uma equipe multifuncional com representantes da compra, legal e ética e conformidade para desenvolver e implementar um programa de minerais de conflito. Implementamos uma política para minerais de conflito e procedimentos e processos relacionados para avaliar o uso e a fonte de minerais TG 3 em nossos produtos. Nossa política é eliminar compras, assim que for comercialmente possível, de produtos com minerais de conflito obtidos de fontes que financiam ou apoiam tratamento desumano nos países cobertos.

Uma cópia de nossa divulgação de minerais de conflito e de quaisquer anexos relacionados está disponível ao clicar no link abaixo.

Relatório sobre minerais de conflito

Redirecionando para
cummins.com

As informações que você está procurando estão no
cummins.com

Estamos disponibilizando esse site para você agora.

Obrigado.