Desempenho do ESG impulsiona a Cummins para 2021 melhores listas de cidadãos corporativos

Cummins rejoined the 100 Best Corporate Citizens List Tuesday thanks to high rankings on ESG Performance and acting on Climate Change.
A Cummins voltou à lista de 100 melhores cidadãos corporativos na terça-feira.

A Cummins retornou à lista dos 100 melhores cidadãos corporativos, empatando em primeiro lugar no desempenho ambiental, social e de governança (ESG) e terminando em sexto na categoria de mudanças climáticas da pesquisa.

A empresa classificou-se como n º 49 geral na revisão da pesquisa das 1, 000 maiores empresas dos EUA de capital aberto em desempenho e transparência em sustentabilidade. O ranking é baseado em dados disponíveis publicamente, abrangendo oito categorias: mudanças climáticas, funcionários, meio ambiente, desempenho ESG, financeiro, governança, direitos humanos e stakeholders e sociedade.

"Agora, mais do que nunca, a liderança corporativa em questões ambientais, sociais e de governança é imperativa", disse 3BL Media, patrocinadores da pesquisa. "Assim como a transparência. À medida que as empresas descarbonizam, se alinham com os objetivos de desenvolvimento sustentável (da ONU) e reconstroem uma economia equitativa pós-pandemia, eles devem estar abertos sobre seus esforços. "

o 3BL Media trabalha com empresas incluindo a Cummins para ajudá-las a alcançar públicos-chave preocupados com o desempenho do ESG. No entanto, o 3BL tem o cuidado de dizer que a melhor revisão de cidadãos corporativos é completamente independente. a 3BL desenvolve a metodologia e a ISS ESG, parte dos serviços de acionistas institucionais (ISS), pesquisa os dados e informações e processa o ranking. O ISS é um provedor líder de informações do ESG para investidores.

A Cummins terminou no. 27 no ranking melhores cidadãos corporativos 2019 100, mas caiu para o 121º lugar em 2020. O retorno da empresa à lista foi alimentado por sua alta classificação no desempenho do ESG e pela ação das mudanças climáticas. A Cummins empatou na classificação superior em desempenho do ESG com outras 133 empresas que ganharam um grau "A".

O ISS ESG analisou 100 fatores diferentes para avaliar o desempenho em relação ao gerenciamento de riscos e à apreensão de oportunidades envolvendo o ESG. No ano passado, a Cummins encerrou seu trabalho nas metas de desempenho ambiental da empresa cronometrada para 2020, alcançando os benchmarks estabelecidos para a conservação de água e trabalhando com os clientes para reduzir o impacto ambiental dos produtos da Cummins em uso, ao mesmo tempo em que está aquém do objetivo definido para reduzir o uso de energia.

Enquanto isso, o novo segmento de negócios de energia da Cummins buscou agressivamente o desenvolvimento de produtos elétricos de célula de combustível e bateria, bem como produtos projetados para aumentar o suprimento de hidrogênio verde, uma fonte de combustível de baixo carbono promissora.

Além disso, a empresa continuou a reduzir o impacto ambiental de seus produtos a diesel e gás natural, alcançando reduções nas principais emissões que contribuem para o smog e melhorando a economia de combustível, o que resulta em menores emissões de gases de efeito estufa.

Na área de desempenho social, a empresa continuou a promover a equidade de gênero em comunidades ao redor do mundo em 2020 por meio da iniciativa de mulheres da Cummins Powers da empresa e lançou a Cummins defendendo a equidade racial no mesmo ano para ajudar a desmantelar o racismo sistêmico nos Estados Unidos. Em governança, duas mulheres negras se juntaram aos 13 membros do Conselho de administração da Cummins no ano passado, aumentando o número total de mulheres para cinco no Conselho ou 38,5% de seus membros.

Sobre mudanças climáticas, além do trabalho da empresa em suas 2020 metas ambientais e no progresso de nova potência em produtos de baixo carbono, a Cummins começou a implementar sua estratégia de sustentabilidade ambiental PLANET 2050. O PLANET 2050 inclui metas baseadas em Ciências programadas para 2030 e a aspiração de ser neutra em carbono em 2050.

A Cummins recebeu vários rankings altos por seu desempenho com o ESG nos últimos 12 meses. A empresa terminou no. 84 na lista Barron das 100 empresas mais sustentáveis dos EUA no início deste ano. A Cummins também foi nomeada uma das empresas mais éticas do mundo pelo Ethisphere Institute pelo 14º ano consecutivo.

A empresa também foi uma das 50 nomeadas para a melhor lista de consórcios de empresas nacionais de inclusão de empresas, comprometida com diversidade e inclusão em todas as comunidades. Em 2020 de dezembro, a empresa terminou no. 24 no ranking da Newsweek das empresas mais responsáveis da América por 2021.
 

blair claflin director of sustainability communications

Blair Claflin

Blair Claflin é diretora de comunicações de sustentabilidade da Cummins Inc. Blair ingressou na empresa em 2008 como diretora de comunicações da diversidade. Blair vem de um jornal de fundo. Ele trabalhou anteriormente para o Indianapolis Star (2002-2008) e para o Des Moines Register (1997-2002) antes disso. [email protected]

 

Cummins Marine powers hybrid sailing superyacht for reduced emissions

Foto gentilmente cedida pelo estaleiro Southern Wind

Quando você pensa em uma máquina com motor Cummins, nossos motores trabalhando lado a lado com a energia eólica para mover uma embarcação provavelmente não é a primeira coisa que vem à mente. No entanto, o motor Cummins Marine 4,5 está em curso para zarpar no próximo verão, alimentando o superyacht de vela.

A embarcação está em construção atualmente em Cape Town, África do Sul, e estará pronta para abrigar nossa menor oferta de motores marítimos no início dos anos 2022. O superyacht de alto desempenho, construído pelo Southern Wind, será movido a energia híbrida para reduzir as emissões e o consumo de combustível de um motor a diesel clássico. Isso garante uma experiência de navegação limpa e eficiente, independentemente de o navio estar sob a vela ou a motorização.

Escolhido pelo seu tamanho e eficiência compactos, o motor de propulsão 150HP B 4.5 será combinado com o gerador de arranque integrado (ISG) da BAE Systems para fornecer energia elétrica tanto para o sistema de armazenamento de energia quanto para a carga auxiliar da embarcação. A BAE Systems é uma empresa de tecnologia progressiva que trabalha em vários espaços industriais cuja subsidiária marítima tem um forte relacionamento com a Cummins, tendo anteriormente parceria com o projeto Harbor Harvest . Usando o poder e a tecnologia de propulsão HybriGen da BAE, o veleiro será, no total, equipado com um motor elétrico, dois geradores de velocidade variável, um sistema de armazenamento de energia de íons de lítio e uma potência auxiliar da embarcação com carregamento de energia para a costa.

Em conformidade com os padrões IMO III, o superyacht de vela é um navio versátil com densidade de potência com hardware de plataforma otimizado para cruzeiro com desempenho silencioso e corrida marítima intensa. A embarcação também será capaz de operar no modo de Hidrogeração enquanto estiver sob a vela. Neste modo, o motor de hélice e propulsão atuará como um gerador que permite a recarga das células de armazenamento de íons de lítio para uma experiência mais longa em emissões zero.

Após seu lançamento recente, o novo B 4.5 liter Engine Package é ideal para velejadores que preferem um passeio tranquilo e silencioso graças ao ruído mínimo produzido pela solução da Cummins. O superyacht de vela é uma embarcação perfeita para abrigar nossa solução menor (mas mais poderosa) na linha marítima da Cummins.

Saiba mais sobre o B 4.5

Nicki Storey

Nicki Storey

Nicki Storey é aluna de marketing de colocação em comunicações da Cummins. Ela entrou para a equipe de Marine, Oil & Gas em 2021 de julho e atualmente estuda para uma licenciatura em RP & marketing na Manchester Metropolitan University. Como um fã de teatro, quando longe do escritório você pode encontrá-la em Londres assistindo a um show no West End.

A Cummins baseia sua defesa do clima em um histórico de ações

An employee works at the Cummins Fuel Cell & Hydrogen Technology campus in Mississauga, Ontario (Canada).
Um funcionário trabalha na Cummins Fuel Cell & hidrogênio Technology campus em Mississauga, Ontário (Canadá).

A Cummins Inc. deu mais um passo em frente em seus esforços para defender a ação climática.

A empresa foi aceita em dois grupos influentes promovendo a ação climática antes da cúpula global COP26 Climate em Glasgow, Escócia (Reino Unido) a partir de outubro de 31. O Business Ambition for 1.5 ° c incentiva as empresas a estabelecer metas robustas de redução de emissões para os gases de efeito estufa (GEE) usando metas baseadas na ciência alinhadas aos 2015 acordos climáticos de Paris.

Como membro desse grupo, a empresa foi automaticamente aceita na corrida da organização das Nações Unidas a zero , uma campanha global para reunir liderança e suporte de empresas, investidores, cidades e regiões para ação climática.

É uma aliança natural. A Cummins trabalhou com o Science Based targets Initiative (SBTi) no desenvolvimento da empresa PLANET 2050 estratégia ambiental lançado em 2019. A estratégia inclui 2030 metas alinhadas às metas estabelecidas nos acordos climáticos de Paris e a aspiração de alcançar emissões líquidas de zero até 2050.

A empresa também defende a ação climática por meio de sua participação em vários grupos, incluindo o CEO Climate Dialogue, o Business Roundtable, o Conselho Internacional de transporte limpo e o Conselho global de hidrogênio. Tom Linebarger, presidente e CEO da Cummins, serve como co-presidente do Conselho de hidrogênio.

Linebarger diz que os desafios climáticos do mundo ameaçam a missão da Cummins de melhorar a vida das pessoas ao impulsionar um mundo mais próspero.

"As mudanças climáticas são a crise existencial de nosso tempo e a maior ameaça à nossa missão como organização", disse Linebarger. "Assim, queremos dedicar nossa inovação, nosso talento, nossos recursos e nossos investimentos para reduzir nosso impacto no clima. Claro que temos muitos outros desafios a serem enfrentados ao mesmo tempo para atender às necessidades de nossos stakeholders, mas se não abordamos as mudanças climáticas, não haverá mais nada a ser feito. "

UM HISTÓRICO DE AÇÃO

A Cummins combina sua advocacia com um longo histórico de trabalho para reduzir o impacto ambiental dos principais produtos da empresa, como motores a diesel e gás natural. Desde os anos 1990, por exemplo, a emissão de dois principais contribuintes para a poluição atmosférica de motores a diesel, material particulado e óxidos de nitrogênio, foi reduzida em mais de 95%. As metas de instalação entre 2014 e 2020, entretanto, produziram economia de GEE no equivalente da Cummins à remoção de mais de 100, 000 carros da estrada por um ano.

A empresa também tem sido líder em trazer ao mercado tecnologias de energia baixa e sem carbono, como bateria e célula de combustível elétrica. Essas tecnologias estão alimentando um número crescente de veículos, como ônibus escolares, bem como o primeiro trem de passageiros movido a hidrogênio no mundo. A Cummins também é um dos principais fabricantes de eletrífismos para produzir hidrogênio verde, um combustível promissor para descarbonização. A empresa agora está se associando a projetos que envolvem essa tecnologia com a Iberdrola, uma líder global em produção de energia de baixa emissão de carbono e com sede em Espanha.

Com vista para o futuro, a estratégia PLANET 2050 da Cummins inclui duas metas baseadas na ciência aprovadas programadas para 2030. Uma delas é reduzir as emissões absolutas de GEE das instalações e operações da Cummins (escopos 1 e 2) em 50%, o que é consistente com a manutenção do aquecimento global a 1.5 ° c acima dos níveis pré-industriais. O outro é uma redução vitalícia absoluta no escopo 3 emissões de GEE da empresa de produtos recém-vendidos em 25%. As emissões do escopo 3 incluem emissões de um produto em uso por um cliente.

UMA VOZ CRESCENTE PARA A MUDANÇA

A aceitação em ambição empresarial por 1.5 ° c amplia o alcance da empresa na linha de defesa. Since launching two years ago more than 650 companies from around the world have joined the campaign with a combined market capitalization of $13 trillion. Outros membros incluem a Apple, General Motors, Johnson & Johnson e Volvo.

A campanha Race to zero construiu uma coalizão de mais de 3, 000 empresas, mais de 700 cidades, mais de 600 instituições de ensino superior e mais de 150 investidores que apoiam iniciativas líquidas-zero em todo o mundo.

Alberto Carrillo Pineda, diretor administrativo da iniciativa "based Science targets", um dos parceiros em ambição de negócios por 1.5 ° c, disse que é fundamental agir agora.

"Não há tempo a perder", disse Pineda. "A transformação para uma economia líquida-zero é inevitável. ... Para ter uma chance de lutar para manter um planeta habitável, precisamos urgentemente de mais empresas para atuar na ciência do clima e descarbonizar nossa economia. "

Para saber mais sobre os esforços de sustentabilidade da Cummins, Confira as páginas Sustainability da empresa e o ESG páginas da Web.
 

blair claflin director of sustainability communications

Blair Claflin

Blair Claflin é diretora de comunicações de sustentabilidade da Cummins Inc. Blair ingressou na empresa em 2008 como diretora de comunicações da diversidade. Blair vem de um jornal de fundo. Ele trabalhou anteriormente para o Indianapolis Star (2002-2008) e para o Des Moines Register (1997-2002) antes disso. [email protected]

 

Компания a Cummins связывает свои перспективы с солнечными батареями

solar array Nov 2019

Компания o Cummins делает значительные капиталовложения в солнечную энергетику я к концу 2020 года планируется завершить реализацию 35 проектов по установке солнечных батарей егановке солн

 

И это только начало! Как ожидается, в сумме проекты, реализованные к концу 2020 года, обеспечат компанию около 3, 5% энергии. С помощью солнечных батарей Cummins рассчитывает получать электроэнергию в количестве 10% своих потребностей.

«Мы придаем большое значение применению солнечных батарей () но, полагаясь только на них, нам не удастся досей по снижению уровня выбросов вовня выбросов довня выбр-говорит Марк дэннин, директор по етики пании окружающей среды вопросам энергетики и окружаю -«Поэтому нам также необходимо реализовывать проекты за пределами коупании такми компании ткак, например, поддержка ветровой электростанции Prado Lake Wind farm (сепаде штата инапана)

Максимальная мощность ветровых электростанций, развернутых Cummins Inc., составляет около 75 МВт, что соответствует примерно 28% общих потребностей компании в электроэнергии. При этом вырабатываемая электроэнергия нно на объекты компании новляется непосредственноставляе в рамках программы возобновляемых истогников унергмоы возобновляеии она поступает в электросеть общего пользования.

Инициативы в области солнечной и ветики соответствун (й) т планам компании o Cummins по увеличению доли и продвижению возобновляемых источников энергии. Компания желает внести свой вклад в решение глобальной экологической проблемы изменения климата нения климата нен

РАСПРОСТРАНЕНИЕ СОЛНЕЧНОЙ ЭНЕРГЕТИКНОЙ ЭНЕРГЕТИКИ

В настоящее время солнечные батареи установлены на 12 объектах компании, расположенных по всему миру-от австралии-от австралии до северной америки уиру г Еще на 16 объектах (12 из которых-в Индии) ведутся работы по их установке. Установка солнечных батарей также планируется на девяти объектах, в том числе в Нигерии, Румынии и Австралии.

Крупнейший Блок солнечных батарей нахного из на крыше здания одного из наиболее загруженных заводов компании Beijing FOTON Cummins Engine Company (КНР). По словам директора завода Мигеля Киндлера, Блок солнечных батарей, расположенный на крыше завода, был установлен в 2016 году и занимает около 650 000 квадратных футов 2/3 площади крыши. Он вырабатывает около 15% электричемого электрооборудованием борудованием борудованием ем

Недавно начались работы по установке еще однонабкока солнечных батарей на крыше второго здания завого здания завода бан Хотя Новый Блок и меньше, благодаря применению современных технологий он бувать столько же электроэнергии рабатынергии вектросколько и более крупный Блок, что, по самым скромным оценкам, будет покрывать 15-20% потребностей завода в электным оценкам, стей за

«Если речь идет о 15-20% энергопотребления объекта, то это довольно внушительная цифра»,-говорит киндленгно внушительная ц

Однако установка солнечных батарей целесообразна не на каждом объекте Cummins. Решения компании по этому вопросу зелого ряда соовисят от целого ряда соображений а в том числе от экономических и природных факторов от экономических например количества солнечных дней в годх дней в году. Поэтому Марк Дэннин и Его сотрудники такваюрассматриваннин и варианты установки солнечных батарей за пределами объектов Cummins Inc.

СТРЕМЛЕНИЕ К ЦЕЛИ

Планы компании на 2020 год опубликованы в стратегии «ПЛАНЕТА-2050» и преâ. дусматривают «увеличение доли электроэнергии, получаемой (a) Cummins Inc. "из возобновляемых источников" не только в ' s 2020 году. но и в 2030 и 2050 годы.

В том числе планы на 2030 год, содержащиеся в стратегии, предусматривают снижение уровня выбросов парниковых газов от производственных объектов на 50%. Более широкое применение возобновляемых источников уименение возобнонергии в значительной мере спой обелвует достижению этой цели ует эельной мере

СТРАТЕГИЯ «ПЛАНЕТА-2050»

Планы компании на 2050 год, в числе прочего, предусматривают общее положительное воздейелвие на окружающую средойетвие на где работает компания, а также практически нулевое локальное воздейальное воздейудет способствовать применение и продвижение кон энергии овляемых источникозоуновляемиконобни

«Очевидно, на пути достижения своих целей и намерений возои бновляемые источники энергии будут играть важную роль для a Cummins»,-говорит Марк Дэннин. -Я считаю, что это неплохое начало, но еще многое предстоит сделать».

Redirecionando para
cummins.com

As informações que você está procurando estão no
cummins.com

Estamos disponibilizando esse site para você agora.

Obrigado.